Exibidor

Publicidade

Notícias /mercado / Ásia

20 Junho 2016 | Verônica Domingues

Festival de Xangai demonstra crescimento da indústria cinematográfica chinesa

País deve superar as 40 mil salas em 2017

Compartilhe:

"De Lan" recebeu o prêmio de Melhor Filme do festival (Foto: China Movie Channel)

Entre os dias 11 e 19 de junho, a China foi cenário de importantes discussões sobre o mercado cinematográfico. Na 19ª edição do Festival Internacional de Cinema de Xangai, executivos mostraram quanto o setor está se expandindo no país.

Publicidade fechar X

Zeng Maojun, presidente da Wanda Cinema Line, afirmou que a China ultrapassará os Estados Unidos em número de salas já em 2017. Segundo ele, 21 salas são abertas por dia no país, e a demanda continua a crescer. Em 2015, a China encerrou o ano com 31.627 salas, 8.035 a mais do que em 2014. Nos Estados Unidos, esse aumento não foi tão intenso: foram 40.547 salas em 2015, apenas 262 a mais do que no ano anterior. Para o executivo, o território pode receber confortavelmente 80 mil salas nos próximos anos.

Entretanto, Ang Lee pede aos cineastas para terem cautela. A bilheteria chinesa cresceu 48.7% em 2015, gerando uma arrecadação recorde de US$ 6,7 bilhões. No entanto, para o diretor, apenas superar a bilheteria dos EUA não é suficiente para dizer que o mercado está massificado. Embora haja mais empresas dispostas a investir na área, segundo ele, a busca frenética pelo dinheiro pode causar o que aconteceu em Hong Kong e Taiwan: estúdios produzindo filmes parecidos e com os mesmos atores.

Leia a matéria completa

Compartilhe:

  • 0 medalha
  • 0 comentário

Gostou? Comente...