Exibidor

Publicidade

Notícias /mercado / Bilheterias

26 Abril 2021 | Renata Vomero

Bilheteria brasileira começa a vislumbrar otimista recuperação

Renda dos melhores filmes do fim de semana sofreram aumento de mais de 177%

Compartilhe:

(Foto: Paris Filmes)

A bilheteria brasileira está vendo bons sinais de início de recuperação com importantes reaberturas, principalmente do circuito de São Paulo neste fim de semana. Com isto, os dez filmes de melhor performance do período fizeram renda de R$602,42 mil, um crescimento de mais de 177% com relação à semana anterior. O crescimento de público foi de 66%, alcançando venda de 32 mil ingressos. Os dados são da Comscore.



A liderança da bilheteria ficou por conta do terror A Viúva das Sombras (Paris), que fez bilheteria de R$122,2 mil e público de 6,9 mil pessoas. Tom & Jerry: O Filme (Warner) e Raya e o Último Dragão (Disney) são as produções com perfil família que seguem fazendo sucesso, com arrecadação de R$81 mil e R$73,7 mil, respectivamente.

Mas realmente o que se destacou neste fim de semana foram os indicados ao Oscar. Nomadland, que vem contando com sessões antecipadas nas últimas semanas, faturou R$62,8 mil e levou 2,7 mil pessoas aos cinemas.

Meu Pai (Califórnia), que estreou em 8 de abril, fez arrecadação de R$57,1 mil e vendeu 2,6 mil ingressos. O longa também está disponível nas plataformas digitais.

Em sua abertura no Brasil, Minari – Em Busca da Felicidade (Diamond) faturou R$38,1 e fez público de 1,6 mil pessoas. E Judas e o Messias Negro (Warner), que estreou em fevereiro e voltou a ficar em cartaz por conta da retomada e do Oscar, arrecadou R$15,4 mil com a venda de 667 ingressos.

A tendência é que estes filmes ganhem ainda mais força nas próximas semanas com o resultado da premiação, o que também pode ajudar as distribuidoras a terem confiança de posicionar seus novos títulos nos cinemas.

A percepção de que o Oscar foi o grande destaque dos cinemas no fim de semana veio também com o resultado do período da Ingresso.com. Entre os dias 22 e 25 de abril, Nomadland foi responsável por 17% das vendas na plataforma, liderando as compras no período. Meu Pai e Minari também ficaram no ranking dos cinco mais vendidos do fim de semana.

Ainda sobre os dados de venda online no período, no primeiro fim de semana de salas reabertas em São Paulo, a cidade ocupou a segunda colocação, atrás do Rio de Janeiro. A capital Brasília ficou na terceira colocação, seguida por São José dos Campos (SP) e Campinas (SP).

América do Norte

A estreia de Mortal Kombat (Warner) na América do Norte foi muito bem recebida pelo público nos cinemas. O filme fez US$22,5 milhões, uma grande abertura para a pandemia, ainda mais se for considerado que o longa está disponível também na HBO Max na região, além de ter classificação R-Rated, ou seja, é voltado para maiores de idade, o que limita bastante o alcance da produção.

Sucesso na Ásia em 2020, Demon Slayer The Movie: Mugen Train se torna a maior abertura da América do Norte para um filme estrangeiro. O anime fez impressionante bilheteria de US$19,5 milhões no fim de semana.

Godzilla vs. Kong (Warner) continua se consolidando como um fenômeno na região, faturando agora US$4,2 milhões e um acumulado de US$86 milhões. Outros filmes que seguem tendo bom desempenho são Anônimo (Universal), com US$1,8 milhão, e Raya e o Último Dragão (Disney), com US$1,6 milhão.

Global

Não muito diferente do que se apresentou na América do Norte, a bilheteria global foi liderada por Mortal Kombat (Warner), que fez US$28,8 milhões no fim de semana e já tem um acumulado de US$50 milhões.

O anime japonês que abriu com recorde na região, ficou na segunda posição do ranking mundial com US$22,2 milhões globais. A produção já tem arrecadação total de US$448,5 milhões.

Godzilla vs. Kong mostra mesmo ao que veio, a produção do MonsterVerse da Warner já ultrapassou os US$400 milhões globais, estando em cartaz em 43 mercados. No fim de semana, fez bilheteria de US$9,9 milhões.

Compartilhe:

  • 0 medalha