Exibidor

Publicidade

Notícias / Produções / Cinema Nacional

08 Maio 2019 | Renata Vomero

Filme brasileiro é realizado por meio de financiamento coletivo

Compartilhe:

Chega aos cinemas nesta quinta-feira (9), o longa brasileiro B.O. – Um filme de baixo orçamento sobre um filme de baixo orçamento (Raccord Produções). Dirigido por Daniel Belmonte e Pedro Cadore, o filme independente foi realizado em parte com o dinheiro dos cineastas e em parte com ajuda de um financiamento coletivo, que captou R$15.500. “Nós fechamos o orçamento do filme, vimos que precisaríamos juntar R$40 mil, conseguimos levantar R$21 mil dos nossos bolsos e um patrocínio de R$4 mil, então, ficou faltando os R$15 mil. Faz três anos, mas lembrando agora foi desesperador, realmente achamos que não íamos conseguir”, comentou Daniel Belmonte.

Em meio a todo esse perrengue para lançar o filme, fica evidente a ironia com o tema do longa, totalmente metalinguístico. “Tentamos fazer dois filmes, mas não conseguimos os recursos, decidimos fazer este mesmo do nosso bolso e usar essa questão do baixo orçamento, da metalinguagem, como algo estético e não defeito”, revelou o diretor.

O filme tem elenco formado por Mateus Solano, Luisa Arraes, George Sauma, Leticia Isnard e Nelson Freitas, entre outros, e que topou, junto à equipe de produção, participar sem cobrar grandes valores de cachê ou sem cachê mesmo, o que possibilitou a viabilização do projeto. “Quando começamos a fazer o filme, só a gente não tinha dinheiro para realizá-lo, agora ninguém no audiovisual tem, então, acaba sendo um timing perfeito para o lançamento”, afirma Belmonte referindo-se ao recém corte de verbas da Ancine para o setor.

O filme estreia em oito salas do circuito nacional (3 em São Paulo, 2 no Rio de Janeiro, 1 Salvador, 1 Aracajú e 1 em Porto Alegre), tem distribuição da Raccord Produções e foi finalizado em parceria com o Canal Brasil, que depois deve disponibilizá-lo em VOD, formato também fechado para a O2Play, que deve cuidar da distribuição digital para o exterior. Além disso, o longa participou do FICA.VC (Festival Internacional Criativo Audiovisual / 2017) e do Festival LABRFF (Los Angeles Brazilian Film Festival / 2018), onde recebeu o prêmio Special Award Comedy Recongnition.

Compartilhe:

  • 0 medalha
  • 0 comentário

Gostou? Comente...