Exibidor

Publicidade

Notícias /mercado / Ásia

09 Junho 2016 | Vanessa Vieira

Conteúdos dos Estados Unidos perdem mercado na China

País asiático é o maior mercado para filmes 3D e receberá evento neste mês sobre parcerias entre estúdios dos dois territórios

Compartilhe:

(Foto: Anonym web)

A PricewaterhouseCoopers – PwC divulgou novo relatório, realizado em parceria com a Media Outlook, sobre o mercado audiovisual chinês, que especialistas acreditam que passará a arrecadação de Hollywood em 2017 com expectativa de chegar a US$ 10,3 bilhões contra US$ 10,1 bilhões esperados dos EUA. A projeção para a bilheteria chinesa em 2020, por exemplo, é de US$ 15 bilhões contra os US$ 11 bilhões esperados dos estúdios norte-americanos. Ainda em 2020, a consultoria aponta que a bilheteria global pode beirar os US$ 50 bilhões.

Publicidade fechar X

Isso porque, segundo o relatório da PwC, a expectativa é de que o mercado da China cresça 19% ao ano, contra os 2% do setor nos EUA. Atualmente, o território chinês já é o maior mercado para filmes 3D no mundo e continua aumentando seu circuito exibidor com média de 15 novas salas de cinema por dia. O circuito ainda tem espaço para crescer também, afinal a distribuição atual é que existem 23 salas de cinema para cada milhão de pessoas, enquanto os EUA têm 125 telas por milhão de cidadãos.

Hollywood, idealmente, não precisaria necessariamente ficar preocupada com esse crescimento do território asiático porque seus conteúdos ainda têm grande influência na região, que ao crescer aumentaria também os resultados dos filmes americanos.

O detalhe apontado pela consultoria, porém, é que o share de mercado que os filmes e outros produtos audiovisuais estadunidenses têm na China caiu significativamente de 2014 para 2015, de

Leia a matéria completa

Compartilhe:

  • 0 medalha
  • 0 comentário

Gostou? Comente...