Exibidor

Publicidade

Notícias / Produções / Nacional

20 Outubro 2020 | Redação

Exibido no Festival de Roterdã, drama brasileiro é selecionado para 30º Cine Ceará

Compartilhe:

A Morte Habita à Noite, primeiro longa-metragem do diretor pernambucano Eduardo Morotó, foi selecionado para o 30º Cine Ceará - Festival Ibero-americano de Cinema, que acontece de 5 a 11 de dezembro, presencial em Fortaleza e online no Canal Brasil.

A produção Enquadramento Produções e Plano 9, em coprodução com Baraúna Filmes, teve estreia mundial no Festival de Roterdã, na Holanda, e também foi exibido no Inffinito Film Festival, nos Estados Unidos. A história é inspirada em contos do autor Charles Bukowski e traz no elenco Roney Villela, Mariana Nunes, Endi Vasconcelos, Rita Carelli e Pedro Gracindo. Morotó também assina o roteiro do filme, que tem produção de Leonardo Mecchi, Mannu Costa e Henrique Spencera. A Vitrine Filmes será a distribuidora no Brasil.

O longa conta a história de Raul (Roney Villela) que, aos cinquenta anos, alcoólatra e desempregado, tem como tábua de equilíbrio a paixão por Lígia, que nos últimos anos foi sua parceira de uma vida sem regras.

Após ser abandonado por ela, deseja a bebida com mais vigor, contrai tuberculose e, entre postos de saúde e trabalhos transitórios, constrói uma doce relação com Cássia (Endi Vasconcelos), uma jovem de dezenove anos. É a primeira vez que ela se apega de verdade a alguém. Porém, Raul, ainda fragilizado pelo sumiço de Lígia e pela doença, resiste em transformar a amizade numa relação amorosa. Com corpo e mente bastante corroídos pela doença, depara-se com Inês (Rita Carelli), uma mulher misteriosa que surge em seu quarto para uma última conversa.

Compartilhe:

  • 0 medalha
  • 0 comentário

Gostou? Comente...