Exibidor

Esqueci a senha

Publicidade

Notícias / Produções / Diversidade

09 Janeiro 2018 | Fernanda Mendes

Disney é acusada de fazer bronzeamento artificial no elenco de "Aladdin"

Compartilhar
  • A Disney foi acusada de bronzear dezenas de atores brancos para diversos papeis no novo live-action do estúdio, Aladdin. Segundo a publicação do The Sunday Times, a companhia afirmou que recorreu ao bronzeamento de atores brancos que tinham habilidade que não eram encontradas na comunidade asiática e árabe, como lidar com camelos e dançar.  

    O filme é dirigido por Guy Ritchie e está sendo rodado no Reino Unido, onde há uma grande comunidade árabe, indiana e paquistanesa.

    “Esse é o elenco mais diversificado já reunido por uma produção live-action da Disney. Mais de 400 dos 500 figurantes são indianos, africanos e asiáticos”, disse a Disney em resposta à acusação.

    Já o ator Kaushal Odera não afirma a mesma coisa. Ele contou que viu 20 atores brancos esperando para terem suas peles bronzeadas artificialmente. “No set de filmagem, dois guardas do palácio vieram em minha direção e um eu reconheci como um ator caucasiano, mas agora ele estava bronzeado como um árabe”, explicou.

    O filme que estreia em maio de 2019 também gerou outra polêmica ao escalar um ator branco, Billy Magnussen, para um papel que nunca esteve no filme original, o do Príncipe Anders.

    Compartilhar